Bags

Bag-In-Box

Bag's

Embalagem concebida para acondicionar produtos líquidos e pastosos da indústria alimentícia ou química.
Apresentamos este produto em 6 tamanhos: 2, 3, 5, 10, 15 e 20 litros.

Empresa

VerticalBag é a Empresa pioneira em Portugal, na produção integrada de sacos flexíveis de líquidos e outros fluidos de crescente e cada vez mais ampla utilização no Sector da Embalagem, designadamente o Bag.
Os equipamentos utilizados pela VerticalBag são de última geração, integram as tecnologias e automatismos mais avançados e são operacionalizados por uma Equipa Técnica com bastante experiência, o que nos permite alcançar a qualidade ideal.
Na Verticalbag acreditamos que a Qualidade e a Segurança Alimentar fazem parte integral do processo de fabrico. Assim, os testes aos Bag´s são realizados de forma regular de modo a obter resultados in loco da qualidade do produto e do material em curso.
Como reconhecimento do esforço do sistema interno de Segurança Alimentar, em Janeiro de 2013 a Verticalbag obteve a Certificação do Sistema de Segurança Alimentar pela APCER - Associação Portuguesa de Certificação, de acordo com a Norma NP EN ISO 22000.
Passado um ano, a Verticalbag obteve a Certificação da Qualidade pela APCER - Associação Portuguesa de Certificação, de acordo com a Norma NP EN ISO 9001 como reconhecimento da Qualidade dos produtos e de todo o sistema de gestão. Este sistema conta com a colaboração interna dos colaboradores, e externa dos Clientes e Fornecedores.

As Bolsas Flexíveis, com diversas saídas/ torneiras ou tampas especiais, têm, no mercado internacional, cerca de 46 anos de utilização para atender necessidades de embalagem de diversos sectores empresariais/ produtos. Desde sacos de 1000 litros para transporte Polpa de Tomate a outros tamanhos para o transporte de Fertilizantes Agrícolas Diluídos, Ovo Liquido, Concentrado de Coca-Cola, Sopa Liquida, Azeite de Oliveira, Rum, e outras bebidas de elevado teor alcoólico, Vinhos correntes e de qualidades certificadas continuando a evoluir em novos sectores a utilização desta embalagem que logo depois de cheia, normalmente, é acondicionada em embalagens de cartão micro canelado ou cartão duplo canal de acordo com as sua dimensões e peso.
A popularização desta embalagem, a nível internacional e nacional, tem-se acentuado particularmente nos últimos anos pela sua cada vez mais generalizada utilização no sector produtor de vinhos.
Foi e é assim na Austrália, África do Sul, EEUU, França, Itália, Portugal e Espanha que são países líderes na utilização crescente desta embalagem.
Estão a interessar-se também por este tipo de embalagem produtores de vinho de Chile, Argentina, Brasil e diversos Países do Leste Europeu.
Em consequência da adopção, pelos produtores de vinhos, deste tipo de embalagens, os países importadores de vinho começaram a aderir rapidamente e, particularmente nos países Nórdicos da Europa, é já muito elevada a utilização deste tipo de embalagens de vinho em capacidades de 2 e 3 lit.
Em Portugal a implementação desta embalagem tem aproximadamente 16 anos e está a generalizar-se principalmente porque com a embalagem de 5 lit. se está a substituir o ‘conhecido’ garrafão de vidro/ 5lit que cada vez tem maiores custos de recuperação e reciclagem em relação ao Bag na mesma capacidade.
Também por possibilitar maiores e mais elevados níveis/ quantidade de embalagens em paletização, está a tornar-se muito relevante no sector vitivinícola.
Até agora em Portugal o saco/Bag não está ainda a ser utilizado, no acondicionamento de vinhos verdes, por não garantir a preservação do gás.
Tendencialmente o saco flexível vai continuar a evoluir na diversificação da sua utilização.
Naturalmente que na VerticalBag estamos particularmente vocacionados para desenvolver novos projectos de embalagens flexíveis porque começamos sempre por estudar e definir os tipos de filmes a utilizar, no quadro da nossa relação de serviço e parceria com os nossos Fornecedores.

O Bag é uma bolsa flexível com torneira e boquilha, acondicionada dentro de uma caixa (de cartão, madeira ou plástico).
O bag é usado principalmente como embalagem institucional para acondicionar produtos líquidos e pastosos da indústria alimentícia ou química. Este tipo de embalagem bastante inovador surge de forma constante melhorado e adaptado a novas aplicações.
A Vertical Bag apresenta este produto em 6 tamanhos: 2, 3, 5, 10, 15 e 20 litros.
Os bags mais comuns são aqueles em laminados flexíveis, metalizados ou não, onde o produto a ser acondicionado dita as normas de uso de materiais de fabricação deste tipo de embalagem. Tudo depende do nível de barreira e segurança que se queira dar aos produtos ali contidos. Os bags para sucos e concentrados utilizam o polietileno, polipropileno ou ainda uma combinação destes com um material de barreira contra luminosidade e gases nocivos ao produto, como é o oxigénio atmosférico.
A acessibilidade do vinho com válvula permite consumo a qualquer momento, ou seja, remove-se a barreira de abertura da garrafa e a expectativa de perda do vinho não consumido imediatamente, pois em dois dias o vinho oxida, o que leva o consumidor a optar por outras bebidas de fácil acesso, como a cerveja. O bag, no entanto, conserva o vinho até dois meses após aberto.
Esta embalagem propicia uma série de vantagens tanto para o fabricante, como para o consumidor final.
Os custos são um grande atractivo, pois as embalagens rígidas apresentam-se com custos fixos mais elevados em muitos casos. Para o fabricante há ainda uma redução de custos de manuseio, armazenagem e transporte. Para o consumidor final, caso seja um consumidor assíduo de um produto, a aquisição de quantidades um pouco maiores proporcionará uma economia significativa.
Um exemplo mais característico é o de quem serve vinhos em taças ou jarras, que ganha sob dois aspectos:
1) Uma só embalagem mais barata para um volume maior,
2) A não incorporação de oxigénio no restante do produto contido na embalagem, pois a bolsa ao invés de deixar entrar ar para sair o produto, torna-se murcha e não permite a entrada de oxigénio e ar contaminado. Com isso, a vida de prateleira pode até ser aumentada em relação ao vinho servido a partir de garrafões.

Na Europa e Austrália, onde a embalagem já é bastante usada, o bag já tem um grande número de aplicações, como a água mineral, o sumo, leite de soja, bebidas energéticas e chá e café prontos para consumo, além do vinho.
Para se ter uma dimensão da importância desta categoria mundialmente, 30 a 50% do total de vinho consumido na Noruega e Austrália são em bsg's. Este facto está associado a três benefícios exclusivos que o bag possui sob a garrafa de vidro: preserva o vinho por semanas após aberto (2 meses), o custo é 30% inferior, além da particidade e conveniência.
A popularidade da embalagem foi imediata e teve um surpreendente efeito no consumo per capita de vinho na Austrália que aumentou de 1,6 litro para 18 litros depois de lançada.
Actualmente, mais da metade do vinho consumido na Austrália é em bags. É uma tendência mundial. A Austrália é o país mais tradicional no uso da embalagem, além de EUA, países da Europa, em especial França e Inglaterra, países escandinavos também utilizam.

Produtos

Sabe quais as vantagens dos bags em relação às garrafas convencionais?

Aplicabilidade

Grande Aplicabilidade (vinho, água mineral, sumo, chá, café, etc...).

Preservação

O vinho é preservado por cerca de 2 meses após a abertura

Custo

Redução de custos de 30% em relação ao garrafão de vidro/5lit

Produção

Verifique algumas imagens relativas á nossa produção

Certificações

As nossas certificações garantem qualidade e segurança

Satisfação dos Clientes

Fornecer Produtos e Prestar serviços que transmitam confiança na nossa capacidade técnica e organizativa, de forma consistente e sistemática. De forma a satisfazer os clientes, a Gerência compromete-se em cumprir os requisitos estabelecidos, e melhorar continuamente a eficácia do sistema de gestão. Sistema Segurança Alimentar conforme com os requisitos estatutários e regulamentares e com os requisitos, em matéria de segurança alimentar, definidos e acordados com o cliente.

Satisfação da Gerência

Valorizar a revisão das metodologias e a optimização dos recursos técnicos e humanos de modo atingir os objectivos ao mínimo custo.

Satisfação dos Colaboradores

Sendo este um dos factores principais para o sucesso da empresa, apostamos na formação e melhoria das condições de trabalho.

Satisfação dos Fornecedores

Disponibilizar a nossa capacidade e conhecimentos técnicos, com vista à criação de soluções que conduzam a uma integração mútua de objectivos.

Desenvolvido por: Ricardo Ferreira